Como as progressive web apps estão atuando no mercado de aplicativos mobile hoje em dia

Tempo de leitura: 3 minutos

Os aplicativos encontrados nas lojas virtuais estão com os dias contados. A nova tendência são as PWAs, aplicativos de interação progressive utilizados na web.

Apesar da inovação tecnológica, pesquisas apontam para o decaimento do acesso aos aplicativos pelos meio convencionais que conhecemos.

Entrar numa loja virtual, pesquisar pelo aplicativo, baixá-lo e instalá-lo, cadastrar-se para finalmente poder fazer uso dele, já não é mas tão convidativo.

O que são PWAs.

Primeiramente, um PWA funciona como um aplicativo mas sem a necessidade de nenhum programa, sendo utilizado diretamente na web.

É possível atender todas as funções a partir dos sites de seus desenvolvedores.

Suas funcionalidades são progressivas, ou seja, o desenvolvimento do aplicativo está diretamente ligada ao modo com que você se relaciona com ele.

A facilidade de criação desse tipo de aplicativo chama bastante a atenção, você pode criar seu próprio aplicativo através de plataformas de base na internet.

Não ter a necessidade de baixar um aplicativo para poder utilizá-lo é inovador, pois anteriormente, antes mesmo de saber se você vai gostar ou não do aplicativo, você era obrigado a baixá-lo para poder interagir.

Uma vez que tenhamos interagido com o aplicativo, ele fica salvo no seu navegador. Logo, ele pode ser utilizado offline.

Impacto dos PWAs no mercado.

Com o novo método de utilização dos aplicativos, estes se tornaram mais dinâmicos em relação aos aplicativos nativos.

Não necessita acessar uma loja online, para então fazer a procura do aplicativo, uma vez encontrando o que você quer, ter que baixar, cadastrar para, finalmente usar o aplicativo.

A grande maioria dos aplicativos nativos nunca foram baixados.

Existe aplicativo para quase todos os formatos de empreendimento. Lojas, restaurantes, hotéis, prestadores de serviço…

Mas, no geral, as pessoas baixam poucos aplicativos. Somente alguns são utilizados com mais frequência.

Logo, numa loja virtual, existem uma série de aplicativos que nunca cumpriram com sua função.

Quais são as vantagens dos PWAs.

  • Responsivos: se enquadram melhor em qualquer plataforma que estão sendo utilizados – desktop, tablet ou smartphone.

  • Independe de conexão: o PWA utilizado inclusive offline graças ao sistema de Service Workers.

  • Progressivo: o desenvolvimento do PWA varia de acordo com sua interação com o aplicativo (você não tem que baixar todo conteúdo do aplicativo e usar somente uma parte).

  • Atualização automática: não tem que baixar novas atualizações.

  • Seguro: acessado somente por https ou por tls.

  • Visual de app: apesar de ser acessado via web, ainda possui interface de aplicativo

  • Link direto: não precisa abrir o browser para acessar, baixando um link direto para o site dele.

Uma das maiores vantagens dos aplicativos progressivos de rede é que eles tendem a reter seu usuários.

Muitos clientes desistem dos aplicativos quando tem que seguir o passo a passo padrão: procurar, baixar, instalar, cadastrar e, finalmente, utilizar.

Segundo Gabor Cselle, passar por cada um desses estágios pode causar a perda de até 20% dos usuários por estágio.

A economia gerada pelo PWA também é muito relevante.

Afinal, não existe a necessidade de desenvolver um programa que o usuário tem que baixar.

A criação do mesmo é bastante intuitiva e se faz via web também, diminuindo o gasto com a produção do app.

Desvantagens de PWAs em relação a aplicativos nativos.

Apesar de serem muito vantajosos, existem alguns fatores que colocam os aplicativos nativos em destaque.

Você não está na loja do sistema operacional (ios ou android): sua propriedade perde um significante tráfego e fonte de descoberta que e a busca na loja.

Dependendo do navegador, plugins como facebook login e Google login não conseguem capturar dados dos Apps instalados e, portanto, será necessário login separado na web também.

Gostou do conteúdo? Não deixe de seguir a uebile nas redes sociais, pois toda semana tem post novo aqui no blog com mais dicas para o seu impulso digital.