#4 Desvendando o JavaScript operadores #iniciante

Tempo de leitura: 3 minutos

Continuando nossa série desvendando o JavaScript, damos inicio ao nosso quarto post, se você ainda você não leu os posts anteriores volte e leia!! irá ajudar você a compreender os conceitos que serão abordados e conhecer um pouco mais sobre a história do JavaScript.

Vamos agora falar um pouco mais sobre os operadores no mundo JavaScript , os mais usados e como eles funcionam.

Operadores de Igualdade/Desigualdade

JavaScript é uma linguagem caracterizada com variáveis que não são fortemente tipadas. Isso significa que, embora as variáveis possuam tipos, eles só são atribuídos em tempo de execução. Por isso, não há definição explícita do tipo de dado: tudo é feito utilizando o termo ”var”. Por exemplo, um dado do tipo inteiro é definido como var i = 0;, enquanto um dado do tipo string é definido como var s = ‘texto’; .

Igualdade (==)

O operador de igualdade == converte o operando e caso ele não for do mesmo tipo, então aplica a comparação. Se ambos os operandos são objetos, então o JavaScript compara referencias internas que são iguais a quando os operandos se referem ao mesmo objeto em memória.

Exemplo:

var x = 1;
var y = 1;

console.log(x == y); //true

var x = '1';
var y = 1;

console.log(x == y); //true

Desigualdade(!=)

O operador de desigualdade retorna true se os operandos não são iguais. Se os dois operandos não são do mesmo tipo, o JavaScript tenta converter os operandos para o tipo apropriado para a comparação. Se ambos os operandos são objetos, então o JavaScript compara referências internas que não são iguais quando os operandos se referem a objetos diferentes na memória.

Exemplo:

var x = 1;
var y = 2;

console.log(x != y ); //true

Identidade/Igualdade estrita (===)

Esse operador retorna true se os operandos são estritamente iguais incluindo seu tipo.

Exemplo:

var x = 1;
var y = 1;

console.log(x === y); //true

var x = '1';
var y = 1;

console.log(x === y); //false

var object1 = {'key': 'value'};
var object2 = {'key': 'value'};

console.log(object1 === object2); //false


Identidade/Desigualdade estrita (!==)

Esse operador retorna true se os operandos não forem iguais incluindo seu tipo.

Exemplo:

var x = 2,
var y = '2';

console.log(x!==y); //true

Operadores relacionais

Maior (>)

Esse operador retorna true se o operando da esquerda for maior que o operando da direita.

Exemplo:

var x = 3;
var y = 4;

console.log(y>x); //true

Maior ou igual (>=)

Esse operador retorna true se o operando da esquerda for maior ou igual ao operando da direita.

Exemplo:

var x = 3;
var y = 3;
var z = 4;

console.log(y>=x); //true
console.log(z>=x); //true

Menor (<)

Esse operador retorna true se o operando da esquerda for menor que o operando da direita.

Exemplo:

var x = 3;
var y = 4;

console.log(x<y); //true

Menor ou igual (<=)

Esse operador retorna true se o operando da esquerda for menor ou igual ao operando da direita.

Exemplo:

var x = 3;
var y = 4;

console.log(x<=y); //true

No próximo post da serie abordaremos os objetosArray e Date seus conceitos práticos e fundamentos , as boas e más práticas de programação.

Gostou do conteúdo? não deixe de seguir a uebile nas redes sociais, pois toda semana tem post novo aqui no blog com mais dicas para o seu impulso digital.