Ser ou não ser.

Tempo de leitura: 2 minutos

“Ser ou não ser, eis a questão” é a famosa frase dita por Hamlet na peça de William Shakespeare. O personagem está entrando em cena quando começa um monólogo. A frase de abertura é “ser ou não ser, eis a questão”. Por mais que a questão pareça complexa, na verdade é muito simples: é uma reflexão sobre o momento atual de sua vida.

Com certeza assim como Hamlet, muitos de nós de fizemos essa pergunta. Em minha opinião, mais felizes são aqueles que já fizeram, do que aqueles que talvez permanecem no “automático” da vida.

Eu já estive assim, fazia as coisas conforme elas vinham acontecendo, dando os passos conforme o caminho ia abrindo. Mas existem momentos que precisamos questionar alguns passos, voltar atrás, mudar a direção e planejar novos caminhos. Mas fazer isso gasta muito mais energia e talvez, por essa razão, muitos prefiram continuar no mesmo caminho. A escolha pode começar assim: quero sair da minha zona de conforto ou aqui está bom? Tenho uma regra interna: sempre que algo me gera um medo inexplicável, eu me obrigo a fazer e por experiência própria aquele medo me ensina algo sobre meus limites.

Cada um tem o seu tempo e sabe a hora de “Ser ou não ser”. Você tem a opção de Ser ou não, ambas as escolhas serão individuais e intimas e ninguém pode ter o direito de intervir ou manifestar-se contra. O importante é tomar a decisão ciente de suas escolhas e consequências e sair o mais rápido de cima do muro.

Poucos dias atrás, foi dia de eleição e eu vi uma frase que falava algo a respeito: Somos livres para fazer nossas escolhas, mas prisioneiro das consequências delas.

Para mim, fica a reflexão sobre cada passo que eu dou e a única certeza de que cada um deles vai me levar a algum novo lugar.

Gostou do conteúdo? Não deixe de seguir a uebile nas redes sociais, pois toda semana tem post novo aqui no blog com mais dicas para o seu impulso digital.