Lean Six Sigma

Tempo de leitura: 3 minutos

A metodologia conhecida como Lean Six Sigma é uma ferramenta de gestão que tem como objetivo eliminar as falhas de um processo de produção. Ao eliminar as falhas do processo de produção de uma empresa, o Lean Six Sigma permite que os resultados apresentados pela empresa sejam otimizados.

O Lean Six Sigma foi usado pela primeira na década de 80, na Motorola. Mas o método não proporcionou resultados muito evidentes na empresa de tecnologia. Sua real efetividade só foi provada mais tarde, na década de 90, após ter sido aplicado na multinacional de capital aberto GE Healthcare.

Saiba mais sobre o método Lean Six Sigma no artigo a seguir.

O que é o Lean Six Sigma?

O método Lean Six Sigma pode ser utilizado em vários negócios, em diferentes ramos de atuação. O Lean Six Sigma pode ter sua aplicação realizada tanto no mercado de produtos quanto no mercado de serviços.

Inclusive, em vários processos administrativos, operacionais e financeiros, já puderam ser testados os efeitos positivos do Lean Six Sigma.

De fato, os benefícios que podem ser obtidos com o Lean Six Sigma são muitos, independente do tamanho da organização, se de pequeno, médio ou grande porte.

Entre os principais benefícios já relatados por empresários que se dispuseram a aplicar o método, estão a redução de desperdícios no processo de produção, a redução do tempo que o produto leva para ser produzido e entregue ao consumidor final, e um melhor nível de eficiência para todos os departamentos.

Embora os benefícios sejam inúmeros, a redução de falhas para otimizar a produção é o principal objetivo do método Lean Six Sigma.

Para que uma empresa consiga atingir um maior nível de eficiência e eficácia para a sua cadeia produtiva, é preciso que ela saiba usar os recursos que tem disponível de forma mais racional. Quando uma empresa passa a adotar o Lean Six Sigma, ele não deve mais permitir desperdícios em sua estrutura de negócio.

Para melhorar o desempenho financeiro, é preciso reduzir os custos. E os custos para repor desperdícios são os mais difíceis de serem compensados. Por isso, um olhar atento para os desperdícios da empresa é tão importante.

Por fim, o Lean Six Sigma também recomenda uma estratégia de criação de metas para satisfazer o máximo das necessidades do cliente.

O Lean Six Sigma na prática

Para implantar o Lean Six Sigma na empresa, assim como exige a introdução de qualquer novo método em uma organização, é preciso montar uma equipe de funcionários que ficarão responsáveis por essa tarefa. A equipe criada para implantar o Lean Six Sigma deve ser capacitada para tal.

O segundo passo é a efetiva execução dos projetos para implantar o Lean Six Sigma. Depois, será preciso acompanhar a execução e, por fim, avaliar os resultados dessa implantação.

Quantificar os resultados que foram atingidos é determinante para saber se o Lean Six Sigma foi implantado com sucesso ou não na empresa. Afinal, de nada adianta adotar um novo método para a sua empresa se ele não trouxer consigo melhores resultados para o negócio.

Em resumo, as etapas para implementação do Lean Six Sigma na empresa envolvem as fases de capacitação, acompanhamento e posterior apuração de resultados.

A maior parte dos empresários não tem experiência com a implantação do Lean Six Sigma em empresas. A depender do ramo de atuação, muitos empresários sequer ouviram falar do método e dos seus benefícios.

Por isso, contratar uma consultoria externa para sugerir e acompanhar as mudanças que acontecerão no negócio pode ser uma boa opção. Uma equipe de consultores externos, nesse caso, trabalhará para que o Lean Six Sigma tenha sua aplicação conduzida da melhor forma possível dentro da empresa.

Gostou do conteúdo? Não deixe de seguir a Uebile nas redes sociais, pois toda semana tem post novo aqui no blog com mais dicas para o seu impulso digital.